Nº 16 da Coleção Estudos de Literatura Comparada

Já saiu o nº 16 da Coleção Estudos de Literatura de Comparada, A Situação e a Substância – Cinco Ensaios sobre a Ficção de Virginia Woolf e de Maria Velho da Costa – da autoria de Rui Miguel Mesquita.

    O fio condutor que une estes cinco ensaios é a observação de uma ausência fundamental que perpassa os universos narrativos de Virginia Woolf e de Maria Velho da Costa; diríamos por isso que eles são universos narrativos situados. De modo a salientar essa ausência, estudamos o uso das categorias da narrativa (personagem, narrador, acção, espaço, tempo) em alguns dos romances mais importantes das duas autoras. Verificamos assim uma erosão significativa dos modos de representação narrativa que constituíram um legado fundamental do realismo oitocentista; de tal modo que essas categorias da narrativa são postas em causa enquanto suportes estruturadores da experiência humana. O universo sólido do romance realista torna-se instável, mas é nessa fluidez que algumas destas personagens finalmente encontram uma substância para os seus mundos narrativos.

    Há, no entanto, uma diferença importante que separa as duas autoras: enquanto a ficção de Virginia Woolf não deixa de salientar os constrangimentos que essa erosão narrativa revela, na ficção de Maria Velho da Costa esse constrangimento dá lugar a uma abertura lúdica, uma oportunidade para a livre efabulação narrativa a que não escapa uma vincada consciência política.

KapaSituacaoSubstancia_LitComp_1_site