Programa do Colóquio Internacional Ofício Múltiplo – Poetas em Outras Artes

ofmul

omprog

(clique na imagem para descarregar programa em PDF)

 

A Rede LyraCompoetics e o grupo Intermedialidades do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa organizam nos próximos dias 22 a 24 de Outubro o Colóquio Internacional Ofício Múltiplo – Poetas em Outras Artes que terá lugar na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (dias 22 e 23) e no Palacete dos Viscondes de Balsemão (dia 24), com o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia, da Câmara Municipal do Porto e da Reitoria da Universidade do Porto.

É cada vez mais frequente os poetas associarem a criação verbal e o recurso a outras linguagens artísticas, quer em formas híbridas ou compósitas, quer recorrendo alternadamente à palavra escrita, às artes plásticas, à música, a diferentes meios audiovisuais, digitais e performativos. Se este trânsito se tornou mais comum na criação contemporânea, que explora o impacto das relações de intermedialidade e transmedialidade, já ao longo do século XX muitos autores se dividiam por um ofício múltiplo, ora votados à poesia escrita, ora trabalhando a imagem visual, ou a imagem em movimento, ou outros processos criativos. E todavia, a assimilação teórica e crítica da obra desses autores como um todo tem-se revelado lenta, sendo mais comum tratar-se apenas um dos seus campos criativos, ou, na melhor das hipóteses, considerar-se os vários domínios de criação, mas separando-os em função de abordagens críticas sem qualquer diálogo entre si. Acresce que as dificuldades em tratar criticamente este tipo de obras fez com que algumas permanecessem injustamente esquecidas ou pouco estudadas.

São estes autores – plurais e diversificados nas linguagens artísticas a que recorrem – que pretendemos estudar sob a ideia de um ofício múltiplo. Poderão estes criadores facultar-nos uma nova perspectiva dos diálogos entre a poesia e as outras artes nos séculos XX e XXI? Constituirão um cânone específico? Levantam questões novas no plano da teoria e da crítica? Levam-nos a repensar a ideia de poesia e o lugar da poesia na relação com as outras artes? Permitem-nos entender de que modo as correlações entre as artes foram sendo equacionadas e avaliadas? Eis as questões que deverão orientar os trabalhos do colóquio.

A Comissão Organizadora
Pedro Eiras
Joana Matos Frias
Rosa Maria Martelo
 

Programa

Dia 22. FLUP. Sala de Reuniões

10H00
Início dos trabalhos
Conferência de abertura: ARTURO CASAS (U. Santiago de Compostela), “Acto e acción poéticos, acto e acción fotográficos”

MESA 1
11H00

CÉLIA PEDROSA (U. Federal Fluminense), “Poesia e outras artes: Jorge de Lima, a modernidade e a contemporaneidade”
LUIS MAFFEI (U. Federal Fluminense), “As fotografias de Luís Quintais ou aprender a ler poesia na fresta”
GUSTAVO RUBIM (U. Nova de Lisboa), “SMS e rasuras: elipse do livro em Álvaro Seiça e Ricardo Tiago Moura”

Intervalo para almoço

MESA 2
15H00

MARGARIDA PONS (U. das Ilhas Baleares), “Una poética degenerada: las videocreaciones de Ester Xargay”
RUI TORRES (U. Fernando Pessoa), “Itinerários do som: Miguel Azguime, uma arte literária dos meios”
SOFIA DE SOUSA SILVA (U. Federal do Rio de Janeiro), “Nos passos de Martim Codax: poesia e música em apropriações contemporâneas das cantigas do mar de Vigo”

MESA 3
16H50

LUIZ VALENTE (U. Brown), “Glauber Rocha: entre o cinema e a poesia”
JOSÉ BÉRTOLO (U. Lisboa), “Robert Falcon Scott e uma promessa de cinema num poema de Cocteau”

Jantar

Dia 23. FLUP. Sala de Reuniões

MESA 4
10H00

DAVID PINHO BARROS (U. Porto), “As Cidades Obscuras e suas periferias transmediais: O Caso Desombres”
AMÂNDIO REIS (U. Lisboa), “A encenação do poema segundo António Patrício”
ADÍLIA CARVALHO (U. Porto)v, “India Song – Texto, teatro, cinema – “Peça” do ciclo indiano de Marguerite Duras”

MESA 5
11H45

EUNICE RIBEIRO (U. Minho), “Aproximação à matéria: Maria Andresen: dos poemas, das pinturas”
EMÍLIA ALMEIDA (IHA U. Nova de Lisboa), “Da liberdade livre das imagens: a poesia segundo M.C.V.”
SONIA MICELI (U. Lisboa), “Ruy Duarte de Carvalho e a poética da fronteira”

Intervalo para almoço

MESA 6
15H00

CATHERINE DUMAS (U. Paris 3), “Salette Tavares: do objecto e do «eu»”
BULGHARD BALTRUSCH (U. Vigo), “Fendas poéticas no espaço público – Uma aproximação teórico-prática à acção poética a partir de Banksy e (±) Miguel Januário”
PEDRO SERRA (U. Salamanca), “El Drama del Lavaplatos, O processo criativo de Eugénio Tisselli”

MESA 7
16H50

IDA ALVES (U. Federal Fluminense/CNPq), “Fixar o relâmpago em palavras”
JOANA MATOS FRIAS (U. Porto), “Para uma poética dos espaços em branco: Os poemas-colagem de Rui Pires Cabral”
PEDRO EIRAS (U. Porto), “Santa-Rita Pintor: todas as artes, arte nenhuma”

DIA 24. PALACETE DOS VISCONDES DE BALSEMÃO

15H00
Ofício Múltiplo, mesa-redonda com LUCA ARGEL, MIGUEL-MANSO, RICARDO DOMENECK e RUI TORRES. Moderação de JOANA MATOS FRIAS e PEDRO EIRAS

16H50
TIAGO MANUEL e ROSA MARIA MARTELO, “Luis Manuel Gaspar e as imagens da poesia”

17H00
Abertura da Exposição “Luz Acesa nos Bastidores”, de LUIS MANUEL GASPAR
Porto d’honra