Pós-graduação

Mestrado

Doutoramento

Andreia Joana Oliveira da Silva

Andreia Joana Oliveira da Silva é professora de Português no Departamento de Línguas Estrangeiras Aplicadas da Universidade Jean Monnet, em Saint-Étienne (França). Licenciada em Estudos Portugueses e Lusófonos pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, com um período Erasmus na Universitá degli Studi di Perugia (Itália), e Mestre em Línguas e Culturas Estrangeiras especialidade em Estudos Lusófonos pela Université Blaise-Pascal, Clermont II (atualmente Université d’Auvergne). Frequenta o doutoramento em Estudos Literários, Culturais e Interartes na Universidade do Porto onde desenvolve um projeto de tese intitulado Traversées atlantiques – Circulations, échanges et migrations littéraires dans les mondes francophone et lusophone, em cotutela com a Université Jean Monnet, de Saint-Étienne. Foi igualmente professora contratada na Université Sorbonne Nouvelle Paris 3 e na Université Blaise-Pascal, Clermont II, onde foi também bolseira do Programa Grundtvig durante um ano. É atualmente membro do Centre d’Etudes sur les Langues et les Littératures Etrangères et Comparées (CELEC), da Universidade Jean Monnet de Saint-Étienne ; membro da rede panlatina de terminologia REALITER e membro do Conselho Europeu para as Línguas.

David Pinho Barros

dpbarrosDavid Pinho Barros é professor e programador de cinema. Nascido no Porto em 1986, é licenciado em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade do Porto, com um período Erasmus na Université de la Sorbonne Nouvelle em Paris, e mestre em Ciências da Comunicação – Variante de Cinema e Televisão pela Universidade Nova de Lisboa, com uma dissertação sobre o cinema da Nova Vaga Japonesa orientada pelos Professores José Manuel Costa e Alexandra Curvelo. Frequenta, desde 2014, o doutoramento em Estudos Literários, Culturais e Interartísticos – Variante de Estudos Comparatistas na Universidade do Porto, onde desenvolve um projecto de tese intitulado O Cinema da Linha Clara, em cotutela com a Universidade Católica de Lovaina na Bélgica. É, paralelamente, docente no ensino superior, sendo actualmente assistente convidado na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Desde 2008, tem trabalhado na programação e produção de eventos cinematográficos em Portugal, na Bélgica e no Reino Unido, e ministrado cursos de história e análise de cinema na Alliance Française, em três faculdades da Universidade do Porto, na Universidade do Minho e na Universidade Nova de Lisboa.

Fernando Velasco

Fernando Velasco é graduado em Comunicação Social (com habilitação em audiovisual) e mestre em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente, é doutorando em Estudos Literários, Culturais e Interartísticos na Universidade do Porto, onde desenvolve pesquisa sobre a poesia tardia de Herberto Helder. É colaborador do Instituto Margarida Losa de Literatura Comparada. Como roteirista de cinema e televisão, assina obras documentais e ficcionais de diferentes formatos.

Maria Dulce de Almeida Pinto Soares

Maria Dulce de Almeida Pinto Soares é Mestre em Literatura e Cultura Comparadas pela Faculdade de Letras do Porto, com uma dissertação sobre Gonçalo Cadilhe – Gonçalo Cadilhe e a Outra Face do Mundo: viagens sobrepostas (2009). Integra o grupo de investigação Inter/Transculturalidades do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, unidade I&D, na qualidade de investigadora em formação. É autora de um verbete sobre Gonçalo Cadilhe publicado na base digital Ulyssei@s sobre escritores e outros criadores em deslocação em 2009, entre outros trabalhos, em vias de publicação na área da Literatura Comparada/Literatura de Viagens. Realizou uma comunicação no 2º Encontro Conversas sobre viagens e outras deslocações com Gonçalo Cadilhe (2009) no Clube Literário do Porto e foi moderadora no Vème Colloque Luso-Hispano-Français Géographie, Langue et Textes Littéraires: écrire le lieu, fictionnaliser l’espace promovido pela Faculdade de letras da UP (2015). Encontra-se a elaborar a tese de doutoramento em Estudos Literários, Culturais e Interartísticos na Faculdade de Letras da Universidade do Porto intitulada Entre vozes e espelhos: um olhar sobre a Literatura de Viagens Portuguesa contemporânea. Este projeto de investigação visa problematizar o ato viático nas suas diversas vertentes assente numa abordagem comparatista com uma orientação multidisciplinar, tendo como propósito aglutinador o estudo da Literatura de Viagens portuguesa contemporânea.

Research Group:Intertransculturalities

Pós-doutoramento

Marinela Carvalho Freitas

marinelaMarinela Freitas é investigadora do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, onde atualmente desenvolve um projeto de pós‑doutoramento na área dos Estudos do Pós‑humano, sendo bolseira da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).É doutorada em Estudos Anglo‑Americanos pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, com uma dissertação sobre Emily Dickinson e Luiza Neto Jorge. Tem publicações várias nas áreas da Literatura Comparada, das Literaturas Portuguesa e Norte-Americana, dos Estudos Feministas, da Teoria Queer e dos Estudos da Utopia. É autora de Emily Dickinson e Luiza Neto Jorge: Quantas Faces? (Afrontamento, 2014; Prémio PEN Ensaio, 2016) e co-editora, entre outros, de New Portuguese Letters to the World: International Reception (com Ana Luísa Amaral e Ana Paula Ferreira, Peter Lang, 2015), Novas Cartas Portuguesas Entre Portugal e o Mundo (com Ana Luísa Amaral, D. Quixote, 2014) e Utopia Matters (com Fátima Vieira, UPorto, 2005). Colaborou ainda como investigadora no Dicionário da Crítica Feminista (Afrontamento, 2004) e na edição anotada de Novas Cartas Portuguesas (2010, Dom Quixote). É membro do projeto de investigação transdisciplinar “Utopia, Alimentação e Futuro: o modo de pensar utópico e a construção de sociedades inclusivas – um contributo das Humanidades”, financiando pela FCT.

Áreas de investigação (palavras-chave): Poéticas Comparadas, Estudos do Pós-humano, Literatura e Ciência, Estudos Feministas e Teoria Queer, Poesia Portuguesa (séc. XX), Poesia Norte-Americana (séc. XIX), Utopia e Género

mcfreitas@letras.up.pt

Grupo de investigação: Intersexualidades