Leituras da fadiga

Março 23, 2022

O colóquio Leituras da fadiga — Entre a patologia, a crítica social e as criações artísticas realizar-se-á na Faculdade de Letras da Universidade do Porto entre 30 de junho e 1 de julho de 2022.

Neste evento científico, organizado pela APEF e ILCML, procura-se abordar as leituras da fadiga, numa perspetiva trans- e pluridisciplinar, como forma de estar no mundo, ainda que passageira, e como mensagem, ao aproximar perspetivas da medicina, da filosofia, da literatura e da arte.

Os eixos temáticos deste colóquio são:

  1. Dimensão individual da fadiga: da infância à velhice, da saúde à doença aguda ou crónica;
  2. Discursos e representações especializadas e artísticas sobre o cansaço profissional;
  3. Dimensões sociopolíticas da fadiga: fadiga e diálogo social, fadiga e crítica social, fadiga e opiniões políticas, fadiga e os media, fadiga e revolta;
  4. Dimensões sócio históricas da fadiga: fadiga e Weltanschauung, fadiga e pós-modernidade, fadiga social e atmosferas finisseculares, etc.;
  5. Fadiga do artista: criatividade, criação e (in)sucesso.

 

O prazo de envio de propostas de comunicação encontra-se aberto até 30 de abril. A chamada de trabalhos completa pode ser consultada aqui.

 

 

Imagem no topo desta página e cartaz
© “Jove decadente. Després del ball” (1899) de Ramon Casas. Museo de Montserrat. Reproduzida com permissão

Utilizamos cookies para proporcionar uma melhor experiência. Política de Privacidade